Avançar para o conteúdo principal

1/52 - 7 coisas simples numa semana

A primeira semana a sério de 2014. Ou melhor completa! O objectivo era ser criativa e eu acho que me safei bastante bem.


  • Decorações de Natal. Logo no inicio da semana terminei as minhas decorações de natal. Sim, pode parecer estranho, mas eu este ano decorei a árvore com decorações feitas em feltro vermelho, branco e azulo e fui completando decorações e pendurando durante a época natalícia. 
  • Comecei um novo projecto de pirografia. Desta vez para o meu marido e longe de terminar.
  • Etiquetas de especiarias. lembrei-me também de fazer etiquetas todas giras para os frascos de especiarias. Encontrei o desenho na net e criei com as especiarias que queria, imprimindo em papel autocolante. 
  • Novas estantes. Estivemos a rearranjar uma parte da sala, de maneira que temos mais duas estantes cheias de livros e muito organizadas. 
  • Experimentei a maquina de  pão que a minha mãe me deu. Ficamos fãs. Nada tem haver com o pão que se compra, mesmo ficando mais caro (consumo de electricidade + ingredientes) trás-nos a vantagem de podermos variar e criar pães de diferentes sabores. Experimentei pão de passas e nozes e cá pro casa foi um sucesso. É facílimo. 
  • Fotografei toda a minha colecção de presépios e olhem que não foi nada fácil, primeiro porque são miniaturas e depois porque para conseguir os pormenores mais interessantes, tive de arranjar focos de luz adequados. 

Em resumo uma semana positiva que rendeu e pareceu bem mais comprida do que o normal. 6 em 7 nada mau.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Home Sweet Home - Candeeiros

Com uma casa maior, vão faltar candeeiros. E por cá não queremos as lâmpadas penduradas, é algo que ambos detestamos ver... prefiro comprar uns mais baratos e ter candeeiros em todo o lado. Para já temos de pensar em candeeiros na cozinha e 2 para os quartos dos miúdos.

Para a cozinha vamos precisar de 2, um sobre a mesa e outro na zona das duas bancas.

Em vez dos tradicionais lâmpadas fluorescentes, que tem a vantagem de iluminar bastante e serem económicas (mas tambem pouco interessantes):


Estamos a pensar usar algo assim:





Todos do IKEA e variam entre os 9,99€ e os 35€. Branco e bege deverão ser as melhores opções para a minha cozinha... O de inox parece-me pequeno e o mais caro não me parece justificar a diferença.
A duvida é se darão luz suficiente, principalmente na area das bancas, o candeeiro direccionado sobre a mesa, de certeza que não será um problema.

No quarto dos miudos, nem temos duvidas:

 4,99€ ou 14,99€. Vamos optar pelos de 4,99 sem duvida, brancos, simples, óptimos a …

Artesanato - A Feiticeira

A feira de artesanato de Vila do Conde está a decorrer e como sempre, não pude deixar de ir. Todos os anos dou um passeio por lá e vejo milhentas coisas que me apetece trazer para casa. Compro normalmente um presépio, um diabo de Barcelos e muitas vezes algo que me salta a vista na altura.


E este ano foi igual... Um presépio, um diabo de Barcelos, um prato para fazer de fruteira, um porta-lapis de pele e um fantoche!
É o fantoche que eu venho cá mostrar. Eu adoro fantoches para brincar e contar histórias ao Gustavo. E ele também fica faxinado com eles. Mas quando vi estes... bem! Fujam!
A loja chama-se: Artesanato A feiticiera.
São lindos e todos em pano, perfeitos em termos de execução, tem muitas versões, muitas histórias, bem adorei. Tive de trazer um!
Havia duas versões, um fantoche tradicional de "meter a mão". E a outra versão, mais complexa, tem uma personagem de um lado e virando "a saia" tem a outra personagem. As duas personagens completam uma história.

Ne…

Pirografia Projecto 2

Como a primeira caixa ficou engraçada e eu gostei muito de a fazer, o marido pediu logo uma para ele. Então, ontem, enquanto via o "Suits", comecei o novo trabalho de pirografia.






 Bem mais simples do que parece. O pirografo foi cerca de 12€ no lidl e a madeira pode ser qualquer uma. Claro que quanto melhor a madeira mais uniforme o trabalho. Algum cuidado porque está quente e depois é só deixar a imaginação fazer o resto.