Pedro Abrunhosa com Camané

11 de março de 2014

Infelizmente torna-se cada vez mais próxima esta realidade da emigração. Começa no vizinho que deixamos de encontrar na rua e que depois alguém nos conta que emigrou, depois é o primo que num almoço de família informa que vai "para fora", passa para um irmão, um namorado, um amigo próximo... todos temos gente que foi tentar a sua sorte, porque este país já não tinha mais para dar. É triste, mas é real.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Google+ Followers

Com tecnologia do Blogger.
 

Seguidores